História do Feng Shui

Origem

A origem da expressão “Feng Shui” está no Zang Shu (O Livro dos Enterros) escrito pelo Mestre Guo Pu (276-324 d.C). O termo é citado na seguinte sentença:

O Ch’i é disperso pelo vento (feng) e acolhido pela água (shui). green bell

O Feng Shui é uma técnica milenar chinesa com tradição de mais de 5000 anos. Os mestres chineses que o estruturaram teriam percebido que cada área natural, terreno ou edificação seria dotada de sua própria vibração influenciada pela presença do Ch’i e estaria sujeita às várias influências do ambiente ao redor.

Segundo as ideias pregadas pelo Feng Shui, quando as pessoas buscam este equilíbrio com as forças benéficas da Natureza, podem gozar de saúde, boa sorte e prosperidade. Quando as ignoram e se alinham com influências nocivas, podem experimentar dificuldades e obstáculos que podem se expressar como doenças, má sorte ou indisposição.

Os mestres taoístas que desenvolveram esta arte, não a utilizavam isoladamente: consideravam-na mais um instrumento de equilíbrio a ser utilizado em conjunto com outras práticas articuladas à Medicina Tradicional Chinesa, como a Acupuntura, a Meditação e o Tai Chi Chuan.

O diagrama do Ba-guá

Ba-guá

budaObjetivos

Os chineses comparam os benefícios que o tratamento que o Feng Shui pode proporcionar a um espaço com os resultados que a terapia da Acupuntura pode oferecer a um paciente.

Segundo eles, da mesma forma que o Acupunturista, diagnostica os bloqueios na circulação de energia de um paciente e aplica agulhas em uma parte do corpo para curar uma outra parte ou órgão, o consultor de Feng Shui detecta as supostas influências visíveis e invisíveis em um ambiente e recomenda curas em uma área particular do imóvel que são capazes de alterar as características da circulação de energia no todo.

Supostamente cada avaliação de Feng Shui é única, pois avalia às influências magnéticas do local, da edificação e de seus habitantes.

 

  • O primeiro objetivo do Feng Shui é guardar e preservar a energia positiva disponível no lugar de modo a permitir que permaneçam e se distribuam suavemente pelo local.
  • O segundo objetivo é reduzir os efeitos negativos das diversas influências nocivas no ambiente, através da mudança da disposição dos móveis ou decoração apropriada.
  • O terceiro objetivo é na aplicação das curas no ambiente trazendo saúde, bem-estar e harmonia para os moradores ou usuários do espaço tratado.

 

Textos extraídos dos livros: Feng Shui – Harmonia no Lar (Rosana Braga), Feng Shui (Richard Webster), Cinestisia do Saber (Renato Siqueira Guedes) e Feng Shui (Sérgio Carillo).